Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Criacionistas e as mentiras que eles contam’ Category

CanceladoO cancelamento do 1º Fórum Unicamp de Filosofia e Ciência das Origens provocou a fúria de criacionistas notórios e anônimos, com as habituais, tediosas e previsíveis diatribes contra a Evolução, os “evolucionistas”, os “darwinistas”, a “nomenklatura”, o materialismo, e o escambau.

(more…)

Advertisements

Read Full Post »

from Edward Grant,

from Edward Grant, “Celestial Orbs in the Latin Middle Ages”, Isis, Vol. 78, No. 2. (Jun., 1987), pp. 152-173

Imagine um estudante de Astronomia do primeiro ano, que ao invés de se dedicar com afinco ao conteúdo do curso, e ao que os professores têm a ensinar, insiste em confrontar uns e outros, afirmando que o Sol, a Lua, e as estrelas, todos presos em Esferas Celestiais Transparentes, giram em órbita da Terra. O estudante rejeita com vigor tudo o que a Ciência acumulou de conhecimento, em especial nos últimos 200 anos. Confrontado com fotografias da Terra vista do espaço, ou de imagens produzidas pelo Hubble, rejeita-as como falsificações produzidas pela maior conspiração da história. Consequentemente o estudante ao final do período letivo só conseguiu notas baixas (zero) em todas as matérias e ser objeto de escárnio dos colegas. Mas para a surpresa de todos, aparece na semana seguinte, em jornais, revistas, programas de auditório, blogs, etc., “denunciando” ter sido alvo de perseguição pelos professores do Instituto de Astronomia, devido ao fato dele defender a Teoria do Geocentrismo como “alternativa” ao Heliocentrismo, o que, segundo ele seria uma violação da sua “liberdade acadêmica”. Como ele tem apoio inclusive financeiro de grupos com relativa influência política, o caso ganha uma repercussão desproporcional, e o moleque vira celebridade. Nos meses seguintes sua história já está em livro e em película, e o ex-estudante se torna um palestrante remunerado, pregando para congregações país afora.

Absurdo? Pois é, mas como a vida com frequência consegue ser mais absurda que a ficção, algo similar acontece, não na Astronomia ou na Física, mas na Biologia. (more…)

Read Full Post »

Como vimos, desde o século XIX já havia um consenso científico acerca da antiguidade relativa da Terra, mas faltavam métodos, mecanismos confiáveis para medir com precisão sua idade absoluta. Tudo mudou com a descoberta da radioatividade. (more…)

Read Full Post »

De vez em quando, para nosso divertimento, somos brindados com novas incursões de criacionistas lá no post sobre Charles Darwin do Amálgama. Temos que admitir que é uma turma incansável. Ás vezes me pergunto se não é algum tipo de tarefa na escola biblica, ir a blogs perorar sobre o criacionismo e contra a Evolução.

Dessa vez tivemos um Criacionista Clássico, um literalista bíblico que explícitamente acredita que a Terra é Jovem, feita em 6 dias de 24h, há mais ou menos 6000 anos, tal e qual descrito no Livro do Gênesis. (more…)

Read Full Post »

Como já vimos, criacionistas em geral, e os partidarios do chamado “design inteligente” em particular, tem a tendência de advogar uma espécie de Conspiracionismo para justificar a ausência de apoio para suas teses no seio da comunidade científica. Isto é, haveria uma especie de Grande Conspiração Global, envolvendo todos os cientistas, de todo o Mundo, independente de instituição, país, regime político, religião, ou ideologia. (more…)

Read Full Post »

Pois é, uma das táticas CriaDItas favoritas é o que em inglês se chama Quote Minning:

O uso de uma passagem (geralmente curta), tirada do trabalho de alguém que é uma autoridade em algum campo, “que parece de modo superficial dar suporte à uma posição, mas (da qual) se omite o contexto significativo e evidência contrária é convenientemente ignorada[4]”

Isto é, garimpar citações de cientistas, preferêncialmente evolucionistas, tira-las de contexto e apresenta-las como sendo declarações contrárias à Evolução e/ou à Teoria da Evolução. Com grande frequência essas citações garimpadas estão tão fora de contexto, que chegam a distorcer completamente o seu significado, afirmando o contrário do que seus autores originais queriam dizer. É um procedimento tão recorrente, que há listas de citações e mesmo livros inteiros. Parece ser isso o que os CriaDItas entendem por “pesquisa científica”.
Portanto não se trata de um acidente, ou de um engano inocente, mas de uma prática deliberada, de desonestidade intelectual.
(more…)

Read Full Post »

Num comentário ao post anterior, o comentarista Aragon (que antes assinou como ‘Carl Sagan -onde estás?’) tocou num ponto que vem a ser o tema pensado para este post. (more…)

Read Full Post »

Older Posts »