Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Lies, Damned Lies, and Quote Mines’ Category

O texto é tão bom que não posso deixar de citar, by Rainha Vermelha.:

Conhecimento é extremamente valoroso, …..mas seu valor não é cumulativo. Como economistas descrevem o valor do dinheiro, sua utilidade marginal é decrescente. Um mínimo de conhecimento é tremendamente útil, mas para quem já sabe muito, um pouco mais não acrescenta tanto….
O problema é que muitos sobrevivem com o mínimo. Param no limiar de conhecimento onde sabem que capim amarelo também é comida e, não morrendo mais de fome, está tudo ok. E fundamentados por esta ampla base técnica geram malditos SPAMs difamando muitas coisas que não entendem, ignorando completamente que a vacina já foi utilizada por milhões de norte-americanos e europeus sem problemas….

“Param no limiar de conhecimento onde sabem que capim amarelo também é comida” é simplesmente brilhante. Do caralho.

Enfim, mas o caso é que nosso amigo Hiro, O Criterioso, fundamentado por sua ampla base técnica, continua a insistir em suas inanes alegações. Todas já respondidas, mas que ele teima em ignorar, enquanto nos acusa de ignorar suas “evidências”. Então decidi publicar uma lista mais detalhada de links respondendo quase ponto a ponto, além de comentar acerca dos links que ele forneceu com sua “evidências” das “graves implicações” da vacina contra o H1N1: (more…)

Advertisements

Read Full Post »

Pois é, uma das táticas CriaDItas favoritas é o que em inglês se chama Quote Minning:

O uso de uma passagem (geralmente curta), tirada do trabalho de alguém que é uma autoridade em algum campo, “que parece de modo superficial dar suporte à uma posição, mas (da qual) se omite o contexto significativo e evidência contrária é convenientemente ignorada[4]”

Isto é, garimpar citações de cientistas, preferêncialmente evolucionistas, tira-las de contexto e apresenta-las como sendo declarações contrárias à Evolução e/ou à Teoria da Evolução. Com grande frequência essas citações garimpadas estão tão fora de contexto, que chegam a distorcer completamente o seu significado, afirmando o contrário do que seus autores originais queriam dizer. É um procedimento tão recorrente, que há listas de citações e mesmo livros inteiros. Parece ser isso o que os CriaDItas entendem por “pesquisa científica”.
Portanto não se trata de um acidente, ou de um engano inocente, mas de uma prática deliberada, de desonestidade intelectual.
(more…)

Read Full Post »